Almaria

Edifício da CorteEdifício da Corte Edifício da CorteEdifício da Corte

Reserve Online
Scroll

Dom Pedro I

(1320 - 1367)

Pedro I, apelidado de "o Justo" e "o Cruel", foi Rei de Portugal de 1357 até sua morte. Era o único filho homem do rei Afonso IV e sua esposa Beatriz de Castela.

Pedro é conhecido pela relação proibida com Inês de Castro, aia galega da sua mulher Constança Manuel.

Após a morte de sua mulher, Pedro anuncia em 1360, o casamento com a sua amada Inês, casamento este realizado em segredo e antes da sua morte, sendo a sua intenção poder ver Inês lembrada como Rainha de Portugal.

Conta a Lenda que Pedro teria feito desenterrar o corpo de Inês, coroando-a como Rainha de Portugal, e obrigando os nobres a procederem à cerimónia do beija-mão real, sob pena de morte.

Logo de seguida D. Pedro manda construir dois túmulos (verdadeiras obras-primas da escultura gótica em Portugal), os quais foram colocados no transepto da igreja do Mosteiro de Alcobaça para que, no dia do Juízo Final, os eternos amantes, então ressuscitados, de imediato se pudessem ver.

Como rei, Pedro revelou-se bom administrador, corajoso na defesa do país contra a influência papal (foi ele que promulgou o famoso Beneplácito Régio, que impedia a livre circulação de documentos eclesiásticos no país sem a sua autorização expressa), e foi justo na defesa das camadas menos favorecidas da população.

O seu reinado foi o único no século XIV sem guerra e marcado com prosperidade financeira.

Jaz no Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça.

scroll
os nossos edificios

Este site usa cookies para melhorar sua experiência de navegação e fornecer o melhor serviço possível. Continuando a navegar no site, aceita o seu uso.

Ver mais
Ok